Feapeti se prepara para blitz educativa no dia 18 de maio

Na tarde dessa segunda-feira (15), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou um treinamento com os integrantes do Fórum Estadual de Aprendizagem, de Proteção ao Adolescente Trabalhador e Erradicação do Trabalho Infantil (Feapeti), na sede da 12ª Superintendência da PRF. Os participantes receberam orientações sobre como abordar motoristas numa blitz educativa nas rodovias durante o Dia Nacional de Combate e Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual contra Criança e Adolescente, comemorado no dia 18 de maio.

Durante a abordagem, os voluntários prestarão esclarecimentos aos condutores dos veículos de passeio, caminhões e ônibus nos Postos da PRF, em Viana (BR 262), em Serra, (BR 101), e na Ceasa de Cariacica (BR 262), e contarão com o apoio dos agentes da Polícia Rodoviária Federal. Além disso, serão entregues informativos e revistas da série “MPT em quadrinhos”.

Ação conjunta

A mobilização de diversos órgãos e entidades, por meio de um trabalho de prevenção e sensibilização, contribui para o enfrentamento da violência contra a infância. De acordo com o titular da Coordenadoria Nacional de Combate à Erradicação do Trabalho da Criança e do Adolescentes (Coordinfância), o procurador do Trabalho Marcos Mauro Rodrigues Buzato, é importante a participação do Ministério Público do Trabalho e do Fórum nessa campanha, buscando a conscientização daqueles que atravessam as nossas rodovias estaduais. “Não há como combater a exploração sexual infantil apenas trabalhando como uma ‘ilha’. Há uma necessidade de promover uma ação conjunta de todos esses órgãos e, por isso, é relevante a nossa participação nesse evento”, alertou.

A Gestora Regional do Programa Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil, a juíza Suzane Schulz Ribeiro, também ressaltou a importância dessa campanha para sensibilizar a população. “É fundamental o enfretamento à exploração sexual das crianças e adolescentes. Primeiro, porque está classificado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), dentro da lista TIP, como uma das piores formas de trabalho infantil, sendo necessário erradicar. Segundo, porque uma das formas mais abomináveis que se pode existir de alienação de criança é o abuso e a exploração sexual. Então, a sociedade tem que se importar com isso e se engajar”, destacou.

O trabalho de enfretamento à exploração sexual infantil da PRF teve início em 2008, mas a partir de 2010 que se expandiu para as rodovias. A inspetora da Polícia Rodoviária Federal no Estado e presidente da Comissão Regional de Direitos Humanos, Márcia Tirre Cortines Barretto, mostrou-se satisfeita com a ampliação dessa iniciativa. “Estamos muito felizes pelo fato de agregar o Feapeti, que é referência no Espírito Santo em erradicação do trabalho infantil e de aprendizagem, nessa ação. Sabemos que é um processo muito longo e que precisa da parceria de todos. E o Fórum veio agregar exatamente esse nosso objetivo”, comentou.

 

Da esquerda para a direita - o procurador do Trabalho Marcos Mauro Buzato, a inspetora da PRF Márcia Tirre e a juíza do Trabalho Suzane Schulz

 

Dia 18 de maio

O “Dia Nacional de Combate e Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual contra Criança e Adolescente” foi instituído pela Lei Federal 9.970/00 com o intuito de demarcar a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no Brasil. Essa data foi escolhida, porque em 18 de maio de 1973 ocorreu um crime bárbaro em Vitória-ES que chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”.

 

Confira alguns momentos do treinamento:

 

Serviço:

 

Ação de combate ao abuso e à exploração sexual infantil

 

Dia: 18 de maio de 2017

Horário: 8h às 10h

Locais:

BR 262 – Cariacica – CEASA

Viana – Posto da PRF/ES

BR 101 – Serra – Posto da PRF/ES

 

Imprimir