• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Valores a receber: MPT-ES e Justiça do Trabalho buscam empregados ativos e dispensados do Cesmed/Cesdont para recebimento de FGTS em atraso
  • PremiacoesTRT
  • Chamamento público órgaos e entidades
  • DSC 1829
  • CNMP na PRT17 7
  • Conferencia Estadual da OAB 6
  • Estágio
  • Cadef  2
  • Arte intranet Pra Mia
  • Novos telefones PTMs 3
  • Divulgação feed vermelho
  • WhatsApp_Image_2023-06-06_at_15.50.30.jpeg
  • TRT-17 recebe três ouros em solenidade de premiação no TST
  • Projeto “Políticas Públicas” do MPT está sendo implementado no Espírito Santo
  • Empresa do sul do ES é condenada por assédio eleitoral
  • Chefias dos Ministérios Públicos no Espírito Santo alinham atuação conjunta
  • Chamamento público para cadastro de órgãos e entidades
  • Representantes de órgãos públicos discutem a importância da aprendizagem profissional para adolescentes em situação vulnerável
  • Corregedor nacional e integrantes do CNMP visitam PRT-17ª Região
  • Procurador-chefe do MPT-ES participa da Conferência Estadual da Advocacia
  • Inscrições abertas para o processo seletivo de estágio no MPT-ES até 26/4
  • MPT lança HQ sobre direito de trabalhadoras à amamentação de filhos
  • Feiras livres de Caratoíra e São Pedro recebem diligência de participantes do Feapeti
  • Participação do MPT-ES nos eventos do “Abril Verde” em Vitória e Vila Velha
  • MPT-ES lança série de vídeos “MPT CoMPacTo” para esclarecer atuação
  • Confira o Plano de Gestão da Unidade (PGU) da PRT-17ª Região
  • Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência (Cadef) é lançado hoje (14)
  • Exibição de documentário promovida pelo MPT-ES e TRT-17 propõe conscientização sobre trabalho escravo
  • MPT-ES adere à campanha de arrecadação de tampinhas para castração de animais
  • ATENÇÃO: atualização dos contatos telefônicos das Unidades do MPT no interior do Espírito Santo
  • MPT-ES tem novo canal de atendimento virtual
  • Alerta de tentativa de fraude

Valores a receber: MPT-ES e Justiça do Trabalho buscam empregados ativos e dispensados do Cesmed/Cesdont para recebimento de FGTS em atraso

226 pessoas estão aptas a requerer o benefício no TRT-ES. Confira a lista!

O Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo (MPT-ES) e o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 17ª Região convocam 226 empregados ativos e dispensados do Centro de Saúde Médico LTDA (Cesmed) e do Centro Odontológico LTDA (Cesdont) a se apresentarem para o recebimento de uma verba trabalhista decorrente da regularização dos recolhimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por parte do empregador. A lista de beneficiários pode ser consultada neste edital.

Os valores a receber decorrem de uma ação civil pública (ACP) movida pela instituição ministerial na Justiça do Trabalho da 17ª Região, no ano de 1994, depois de esgotadas todas as tentativas de resolução das ilicitudes na via extrajudicial, por meio da assinatura de um termo de ajustamento de conduta (TAC). A sentença foi proferida neste ano. No entanto, segundo consta nos autos, a instituição bancária não consegue proceder aos pagamentos de alguns trabalhadores, haja vista que os alvarás foram expedidos somente com a informação do PIS/NIT dos beneficiários, ou seja, sem o número do CPF de cada um. 

Denúncia
O MPT tomou conhecimento dos fatos a partir de denúncia realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Em Hospitais, Clínicas Médicas e Odontológicas, Laboratórios de Análises Clínicas e Patológicas, Bancos de Sangue, Filantrópicos e Privados do Estado do Espírito Santo (Sintrasades), relatando que a empresa se mantinha inadimplente quanto ao recolhimento das verbas fundiárias de seus trabalhadores.  Esse ato ilícito patronal, portanto, implica lesão aos direitos individuais homogêneos e ao direito difuso dos trabalhadores, o que reconhece legitimidade ao MPT em ação sobre FGTS.

Obrigações
Conforme sentença proferida pela 3ª Vara do Trabalho de Vitória, o Cesmed/Cesdont deveria recolher todo débito referente ao FGTS de seus empregados – atuais ou não, devidamente atualizados, acrescidos de juros, multas e demais consectários legais, sob pena de, não o fazendo, ao pagamento de uma multa diária, em favor do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), no valor de R$ 50 por empregado prejudicado, nos termos do art. 13 da Lei 7.347/85.

Resgate
Os interessados, beneficiários de crédito no processo judicial, devem comparecer ao Setor de Atendimento e Apoio ao Fórum Trabalhista de Vitória, localizado no térreo do edifício-sede do TRT-17, na Enseada do Suá, Vitória – ES. É necessário apresentar, até o dia 11 de março de 2024, o documento pessoal e os dados bancários para que seja efetuada a transferência dos valores.  Em caso de falecimento de algum beneficiário direto, os herdeiros terão, no mesmo prazo, o direito de apresentar pedido de habilitação nos autos, anexando os documentos necessários, a fim de resgatar o dinheiro.
Decorrido esse prazo, assim como liberados todos os valores aos trabalhadores que atenderem ao edital e que se habilitarem, o valor remanescente será redirecionado ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e/ou à entidade e/ou projeto que o MP  do Trabalho indicar no processo.

RESUMO

Assunto: Pagamento do FGTS em atraso

Beneficiários: 226 empregados ativos e dispensados do Cesmed/Cesdont. Em caso de falecimento, parentes podem requerer o pagamento do débito fundiário. Confira a lista dos beneficiários no edital

Prazo para requerimento: até 11 de março de 2024

Local: Setor de Atendimento e Apoio ao Fórum Trabalhista de Vitória, localizado no térreo do edifício-sede do TRT-17. Endereço: Av. Nossa Sra. dos Navegantes, nº 1245 - Enseada do Suá, Vitória - ES, CEP: 29050-335. 

Documentos: consultar o edital. Atenção: não se esquecer de levar a carteira de trabalho.

ACP nº 0156500-05.1994.5.17.0003

Créditos: Ascom PRT-17ª Região (texto)

Atualizada em 26 de setembro de 2023.

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos