• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Representantes de órgãos públicos discutem a importância da aprendizagem profissional para adolescentes em situação vulnerável
  • PremiacoesTRT
  • Chamamento público órgaos e entidades
  • DSC 1829
  • CNMP na PRT17 7
  • Conferencia Estadual da OAB 6
  • Estágio
  • Cadef  2
  • Arte intranet Pra Mia
  • Novos telefones PTMs 3
  • Divulgação feed vermelho
  • WhatsApp_Image_2023-06-06_at_15.50.30.jpeg
  • TRT-17 recebe três ouros em solenidade de premiação no TST
  • Projeto “Políticas Públicas” do MPT está sendo implementado no Espírito Santo
  • Empresa do sul do ES é condenada por assédio eleitoral
  • Chefias dos Ministérios Públicos no Espírito Santo alinham atuação conjunta
  • Chamamento público para cadastro de órgãos e entidades
  • Representantes de órgãos públicos discutem a importância da aprendizagem profissional para adolescentes em situação vulnerável
  • Corregedor nacional e integrantes do CNMP visitam PRT-17ª Região
  • Procurador-chefe do MPT-ES participa da Conferência Estadual da Advocacia
  • Inscrições abertas para o processo seletivo de estágio no MPT-ES até 26/4
  • MPT lança HQ sobre direito de trabalhadoras à amamentação de filhos
  • Feiras livres de Caratoíra e São Pedro recebem diligência de participantes do Feapeti
  • Participação do MPT-ES nos eventos do “Abril Verde” em Vitória e Vila Velha
  • MPT-ES lança série de vídeos “MPT CoMPacTo” para esclarecer atuação
  • Confira o Plano de Gestão da Unidade (PGU) da PRT-17ª Região
  • Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência (Cadef) é lançado hoje (14)
  • Exibição de documentário promovida pelo MPT-ES e TRT-17 propõe conscientização sobre trabalho escravo
  • MPT-ES adere à campanha de arrecadação de tampinhas para castração de animais
  • ATENÇÃO: atualização dos contatos telefônicos das Unidades do MPT no interior do Espírito Santo
  • MPT-ES tem novo canal de atendimento virtual
  • Alerta de tentativa de fraude

Representantes de órgãos públicos discutem a importância da aprendizagem profissional para adolescentes em situação vulnerável

Iases e Fórum de Cariacica demonstraram interesse em recebê-los para cumprir a parte prática do programa


No dia 26 de abril, uma reunião aconteceu na sede da Procuradoria Regional do Trabalho da 17ª Região, com a presença da procuradora do Trabalho Thais Borges da Silva; das promotoras de Justiça Jessica Luz, Renata Colnago e Valéria Barros; do juiz de Direito e diretor do Foro de Cariacica, Izaias Eduardo da Silva; do assistente do Fórum de Cariacica Fabio Alonso; dos auditores-fiscais do Trabalho e coordenadores da fiscalização de Trabalho Infantil e Aprendizagem da SRT/ES, Péricles Rocha e Ricardo Moreira; do diretor-presidente do Iases, Fabio Modesto Filho; dos servidores do Iases, Caroline Tomaz e Oseas Gerke, responsável pelo atendimento ao egresso do Instituto; e da representante da Renapsi, Marília Corteletti.

Na ocasião, foi abordada a importância de oportunizar a aprendizagem profissional para adolescentes em situação de vulnerabilidade social, especialmente os socioeducandos, os abrigados e os egressos de trabalho infantil. Enfatizou-se a relevância da aprendizagem profissional, como ferramenta de combate ao trabalho infantil e à evasão escolar, de promoção de profissionalização e de garantia de renda aos adolescentes.

Tanto os representantes do Iases quanto os do Fórum de Cariacica demonstraram interesse em receber adolescentes para cumprir a parte prática da aprendizagem, conforme previsto no Decreto nº 9579/2018. Este decreto contempla a aprendizagem social, permitindo que a experiência prática da aprendizagem seja realizada em órgãos públicos, organizações da sociedade civil (conforme o artigo 2º da Lei nº 13.019/2014) e unidades do sistema nacional de atendimento socioeducativo, nos casos em que as empresas possuam atividades capazes de comprometer a vida ou a saúde do aprendiz.

Confira alguns momentos:

Publicado em 29 de abril de 2024. 

 

 

 

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos